O sistema de pesagem de carretas e caminhões na rodovia MT-140, que liga Santa Carmem a Sinop, foi interrompido no final do ano e deve ser retomado em breve, para conter os excessos de carga que danificam a pavimentação asfáltica. A informação é do presidente da Associação dos Beneficiários da Rodovia, Eurides Ceni, que lamentou a falta de consciência dos motoristas e empresários.

A rodovia, inaugurada em agosto de ano, em alguns pontos do asfalto já começa a apresentar problemas. Diante disso, a solução encontrada pela Associação dos Beneficiários da Rodovia, foi a implantação do sistema de pesagem. “Também estamos só esperando o nosso engenheiro retornar das férias para ir a Cuiabá onde vamos pleitear recursos, na Secretaria Estadual de Infra-Estrutura, para implantar o sistema de cobrança de pedágio”, informou Ceni.

A pesagem, no ano passado, foi feita em parceria com os proprietários da Associação Branca de Neve, provisoriamente. Neste ano, a Associação quer angariar recursos para adquirir as duas balanças que serão instaladas em pontos distintos.

“O problema é a falta de consciência de alguns. Esse asfalto, às vezes nem acredito que está concluído, e devemos fazer de tudo para mantê-lo conservado. Mas tem gente que não se dá conta que se continuar com excesso de peso, vai durar muito pouco”, afirmou Ceni.

Muitos motoristas ainda acabam procurando desvios, para fugir da pesagem e, consequentemente, das multas. A pesagem é feita por uma equipe da Secretaria de Infra-estrutura do Estado, com apoio de um policial. Os motoristas que ultrapassam o limite de peso são multados e tem 30 dias para recorrer.

As obras da rodovia foram feitas em sistema de consórcio (reunindo produtores, governo e prefeituras). Foram asfaltados 35 quilômetros de Sinop a Santa Carmem no ano passado e quando terminar a época de chuvas, as obras devem prosseguir até a localidade conhecida como Tartaruga.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui